desmame-gentil-e-o-sono-do-seu-bebê

Você quer que seu filho durma rápido, mas ele só cai no sono após mamar? Isso pode ser uma associação criada por ele para dormir e tem solução! Você já ouviu falar sobre o desmame gentil? Pois aqui você irá conhecer tudo sobre esse tema tão importante e discutido.

O desmame gentil é um método utilizado para reduzir as mamadas do bebê. Chamamos de gentil, pois é um processo que ocorre gradualmente, sinalizando pouco a pouco para o bebê que as mamadas estão sendo reduzidas e/ou retiradas. 

Nos casos em que os pais identificam que determinada associação de sono está prejudicando a continuidade do descanso da criança (mamar para dormir, por exemplo), pode ser necessária a troca de alguns simples hábitos para que o bebê durma melhor. Se isto for necessário, é importante ter em mente que este deve ser um processo gradual, além de alterar toda a rotina.

Outro ponto importante para ser levado em consideração, é que o desmame gentil como desassociação do sono é apenas uma etapa do processo para atingir boas noites de descanso. Ao ser realizado, a criança pode permanecer com antigas associações e continuar acordando durante a noite. Por isso, é de extrema importância que os pais se atentem a cada detalhe da rotina do seu filho.

Retirar a associação de mamar para dormir, dependendo do nível de dependência da criança dessa associação de sono, pode ajudar a melhorar o sono e a qualidade de vida do seu filho e de toda a família. Continue lendo o artigo e saiba mais sobre esse tema.

Necessidade da criança de acordo com a idade

Em primeiro lugar, devemos compreender que a necessidade de mamar de uma criança irá variar de acordo com sua idade. Quanto mais nova, mais ela irá pedir o peito.

É comum que bebês entre 1 e 2 meses queiram mamar até 3 vezes de madrugada. E essa necessidade irá diminuindo com a idade. Estima-se que com 6 meses, a criança já não peça para mamar de madrugada, ou peça apenas uma vez.

Esses fatores também irão depender da rotina do bebê. As mamadas diurnas tem que estar em equilíbrio, para não fazerem falta durante a madrugada. Da mesma forma irá acontecer com as atividades da criança: ela tem que desenvolver a autonomia para conseguir adormecer sozinha, sem associações. 

O desmame gentil é a solução para que o bebê durma mais?

O desmame gentil não garante um sono mais prolongado! Afinal, não é apenas o hábito de mamar para dormir que faz seu filho despertar, mas também (e principalmente) a qualidade e o equilíbrio da rotina diurna dele e outros hábitos que ele eventualmente tenha para adormecer, como por exemplo, o colo, o uso da chupeta, o balanço, entre outros. 

Um bebê que ainda precisa mamar de madrugada pode dormir bem, porém, o que não é esperado e deve acender uma luz de alerta para os pais, é que ele mame de hora em hora, ou de duas em duas horas, independentemente da idade. Se este é o seu caso, está na hora de se informar mais sobre as causas que contribuem para os despertares noturnos e traçar um plano para ajudar seu bebê a dormir de forma mais prolongada. 

Sabe quando a criança precisa dar uma breve sugada no peito ou na mamadeira e rapidamente volta a dormir? Então, este é um sinal de que há cansaço acumulado por conta de uma rotina diurna desajustada, como janelas de sono muito longas, sonecas insuficientes, ambiente pré-sono inadequado, alimentação errada, entre outros. 

Quando o cansaço se acumula, a criança acorda mais vezes à noite devido ao cortisol elevado e, se ela não conseguir se acalmar sozinha para retomar o sono, precisará de ajuda, como por exemplo, dar essa breve sugadinha para voltar a dormir. Sem falar que esse nível de cortisol elevado também pode levá-la ao Efeito Vulcânico, trazendo ainda mais dificuldade para o sono.

É durante esse processo de ajuda (peito, mamadeira, chupeta, balanço etc.) que uma associação de sono pode acabar se formando para o bebê. Por isso, a recomendação é investir bastante na rotina diurna, a fim de que a criança não acumule cansaço. Contudo, se essas mamadas noturnas frequentes já viraram um hábito, ajuste bem a rotina diurna para vencer o cansaço acumulado e, na sequência, investigue a necessidade ou não de se conduzir um desmame gentil (completo ou parcial, dependendo a idade da criança), retirando o bebê do peito e acolhendo-o em seu colo. 

Após vencer o cansaço acumulado investindo bastante na rotina diurna e retirar gradualmente as eventuais associações de sono que possam estar atrapalhando a continuidade do sono do seu bebê, aos poucos, comece a ensiná-lo a dormir em seu berço de forma mais autônoma, se assim desejar. Adormecer de forma mais independente prolonga a duração do sono, pois ao ter seus breves despertares no meio da noite entre um ciclo de sono e outro, se tudo estiver em seu devido “lugar” (ambiente, alimentação, rotina diurna, questões emocionais), a criança sabe voltar a dormir sozinha com mais facilidade, pois você terá ajudado a adquirir essa habilidade.

Um bebê precisa de acolhimento e de segurança para conseguir dormir bem, e não necessariamente toda criança que dorme mamando terá um sono ruim. Há aquelas que iniciam o sono mamando e não despertam à noite, ou despertam poucas vezes e seus pais estão contentes com isto; e também há aqueles que não dormem mamando, mas precisam mamar para voltar a dormir durante a madrugada.

Entenda mais sobre a mamada dos sonhos no vídeo abaixo:

O desmame gentil é um processo gradual, que requer muita persistência e consistência, e não é a saída para todos os bebês que despertam à noite: cada caso é um caso!

Em nosso curso online você aprende tudo sobre o processo de se ajustar o sono infantil e também como identificar se a associação de sono do seu bebê precisa ou não ser retirada para que o sono dele melhore. Clique aqui e saiba mais sobre o curso que mudará de vez o sono do seu filho e da sua família.

Jéssica e Luciana, Ensinando a Sonhar

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

avatar
500
  Inscrever-se  
Notificar de