Falar sobre o sono de um recém-nascido é um assunto bastante complicado e que sempre vai gerar muitas dúvidas para as mães, principalmente as de primeira viagem. Conseguir entender as longas horas de sono do seu bebê, o padrão de sono da criança, entre outras coisas, não é tarefa fácil e requer estudo. Quando perguntamos quantas horas um recém-nascido dorme, quase nunca temos uma resposta exata e as múltiplas opiniões aparecem.

Nesse artigo, buscaremos trazer um conteúdo atualizado e grande valor, para explicar melhor sobre esse assunto, que gera muita dúvida e remete a dores de cabeça para a maioria das mães. Sobretudo, sempre mantenha a calma e busque entender cada etapa de vida do seu filho, sabendo evoluir junto com ele.

Quantas horas em média o recém-nascido vai dormir?

Falando diretamente sobre a principal dúvida das mães, a média de sono diária é em torno de 16 horas. De acordo com especialistas, isso é muito normal e não se deve ter medo. Nessa idade e até os 3 meses, o bebê basicamente vai dormir, acordar para mamar e voltar a dormir de novo.

Essa quantidade de horas é bastante comum de ser observada pelos recém-nascidos, que quando atingem 3 meses, começam a diminuir a quantidade de horas dormidas, em decorrência do relógio biológico e da rotina que a mãe cria.

É importante deixar claro que o sono do seu recém-nascido não vai ser parecido com o seu. Basicamente ele vai querer acordar de 3 em 3 horas para mamar, atrapalhando a rotina dos pais e gerando um certo desconforto. Se adequar a essa situação é a melhor maneira de tratar tudo com naturalidade.

quantas horas um recém-nascido dorme

Quantas horas um recém-nascido dorme: é normal dormir tanto?

Em suma, informamos que entender o por que seu filho dorme tanto torna-se um passo importante para a aprendizagem do assunto e para evitar possíveis dúvidas posteriores. Esse entendimento ajuda até mesmo para você proporcionar boas condições a ele, durante o período que ele está acordado e também, durante o seu sono.

Um bebê recém-nascido é bastante imaturo e seu cérebro ainda não está totalmente definido, portanto, apenas realiza tarefas básicas e essenciais para a sua vida naquele momento, ou seja, mamar e dormir.

Todos seus movimentos, por exemplo, são a partir de reflexos apenas. Então, com isso em mente, conseguimos evoluir no processo de entendimento da situação.

Até os dois primeiros meses de vida, o bebê não tem um padrão de sono muito definido, o que acarreta em confusão para os pais e noites mal dormidas. Porém, tudo isso é normal e o bebê é incapaz de realmente ter um sono profundo, não conseguindo dormir por longos períodos.

Também existe o lado positivo para essa história, além de dormir muito e acordar bastante, o bebê também encontra grande facilidade em pegar no sono, não sendo necessário para os pais permanecerem com o bebê por muito tempo no colo ou tentando fazer ele dormir.

Quais os benefícios do sono para o recém-nascido?

Como nessa fase quase tudo é dormir, certamente, você deve imaginar que isso traz diversos benefícios para o bebê e devemos respeitas essa decisão dele. Como muitos especialistas já alertaram, devemos respeitar o sono do bebê pois ele torna-se fundamental para o desenvolvimento da criança. O sono realmente deve ser tratado como uma prioridade pelos pais, trazendo o máximo de conforto para seu filho, independente de quantas horas um recém-nascido dorme.

Nesse período de sono, todo bebê consegue se desenvolver em aspectos psicológicos e físicos. Além disso, também deixamos claro sua importância para o sistema nervoso central e para a memória da criança.

Portanto, trate o sono do seu filho de maneira séria, sempre com uma visão construtiva e muita observação, fortalecendo o bem-estar do seu filho. Um bebê com sono ou com um sono incompleto, vai estar sempre nervoso, cansado e muito birrento. Concluindo, isso também vai prejudicar os pais, sofrendo com choros excessivos do recém-nascido, dificuldades de realizar atividades, entre outras coisas.

Quais as fases do sono do bebê?

Sobretudo, os bebês tem duas fases bem distintas de sono, que conseguimos notar com muita facilidade ao observar algum dormindo no berço. Isso ajuda bastante a responder quantas horas um recém-nascido dorme.

Em suma, as fases são divididas em sono profundo e sono ligeiro. O sono profundo é o momento em que o bebê está entregue ao sono, relaxado e bastante tranquilo. Nesse período do sono é importante que ele não seja incomodado, pois acordar de um sono profundo pode deixar a criança estressada e muito incomodada.

Já o sono ligeiro, certamente, torna-se muito fácil a identificação pelas mães, principalmente para aquelas que conhecem bem seus filhos. No sono ligeiro, o bebê está dormindo, porém, com qualquer barulho ou movimentação, ele já pode acordar. Sua respiração nesse período é bastante irregular, as mãos estão fechadas, etc.

Essa fase é muito mais tranquila para você acordar seu filho, invés de acordar o mesmo de seu sono profundo. Sempre recomendamos acordar a criança com voz baixa, movimentos bem lentos e muito calma. Isso auxilia para um despertar tranquilo e sem muitas crises.

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x